Serviços Clínicos

Exames Cardiologia

Na Clínica do Coração, proporcionamos-lhe a realização dos principais meios auxiliares de diagnóstico na área da cardiologia.

Electrocardiograma de 12 derivações

É um exame que permite avaliar a actividade eléctrica do coração, sendo muito importante no diagnóstico de arritmias cardíacas, mas também de outras doenças como a doença coronária ou as doenças do músculo cardíaco (miocardiopatias). É um exame indolor, sem efeitos laterais e de rápida realização.

Ecocardiograma (modo M, bidimensional e estudo Doppler)

É um exame que permite avaliar, de forma inócua mas completa, a morfologia e a função do coração, através da utilização de ultrassons. A sua realização está indicada no estudo inicial da maioria das doenças cardiovasculares permitindo, entre outras, o diagnóstico de patologias como miocardiopatias, doenças valvulares, doenças do pericárdio ou doenças da aorta. 

Holter de 24H

Consiste na monitorização do electrocardiograma durante 24H. É muito útil para o diagnóstico de arritmias cardíacas tendo a vantagem de, ao permitir um registo mais longo do que o do electrocardiograma (ECG), aumentar a sensibilidade do exame no diagnóstico de situações que ocorrem apenas de forma esporádica. Tal como o ECG, é indolor e isento de efeitos laterais.

Registador de Eventos

É um exame muito semelhante ao Holter mas que permite o registo de um traçado electrocardiográfico durante um período ainda mais alargado de tempo (até 7 dias). Indicado geralmente quando os sintomas ocorrem de forma pouco frequente.

Monitorização Ambulatória da Pressão Arterial (MAPA)

Permite registar os valores de pressão arterial através de medições a intervalos regulares ao longo de 24 horas. É muito útil para o diagnóstico inicial de hipertensão arterial e para a avaliação do seu controle após o início de medidas terapêuticas. É um exame não invasivo, pelo que não tem efeitos laterais.

Prova de Esforço em tapete rolante

Consiste na monitorização do electrocardiograma sob o efeito do exercício físico com intensidade progressivamente maior. É utilizada sobretudo para diagnosticar doença das artérias coronárias/angina de peito. No entanto, pode ser igualmente relevante no estudo de queixas de “cansaço/falta de ar”, de arritmias ou de doenças valvulares. É um exame com baixo risco de complicações na maioria dos casos.

Em articulação com outras Unidades de Saúde, a Clínica do Coração proporciona-lhe ainda a realização de:

Score de cálcio coronário

É uma tomografia computorizada (TAC), de baixa radiação, sincronizada com o ritmo do coração (pelo electrocardiograma), realizada sem contraste, que permite quantificar o grau de calcificação das artérias coronárias. Esta avaliação permite comparar o “grau de envelhecimento“ das artérias coronárias com o que é previsto para a idade e, desta forma, estratificar o risco de eventos coronários e adequar/ personalizar a terapêutica preventiva a cada paciente.

AngioTac Cardíaco/coronária

É uma tomografia computorizada sincronizada com o electrocardiograma que recorre a injecção de contraste endovenoso para obter imagens estáticas tridimensionais de grande detalhe do coração e das artérias coronárias, permitindo identificar placas de aterosclerose e eventuais zonas de obstrução ao normal fluxo sanguíneo.

Ressonância Magnética Cardíaca

É o mais completo exame da cardiologia, permitindo, de forma não invasiva e sem recorrer a radiação ionizante, avaliar e quantificar a morfologia e função cardíaca, pesquisar a presença de isquemia miocárdica e caracterizar o tecido muscular cardíaco (avaliação de cicatriz ou fibrose, edema, sobrecarga de ferro, etc). Tratando-se de um exame mais diferenciado, é usado habitualmente como complemento de exames prévios, como a ecocardiografia, a AngioTC ou mesmo o cateterismo cardíaco.

Cateterismo Cardíaco

Trata-se de um procedimento com acesso percutâneo (habitualmente via artéria radial ou femoral) que serve para diagnóstico e eventual tratamento da doença coronária. Sendo um exame invasivo é geralmente reservado para casos em que há documentação prévia de doença coronária com indicação para tratamento (percutâneo ou cirúrgico) ou no contexto de estudo pre-operatório (de cirurgia valvular, por exemplo).