Cansaço Pós-COVID

Muitos pacientes que tiveram uma infecção por COVID-19 queixam-se de manterem cansaço fácil após terem recuperado completamente da infecção. A maioria dos casos tem evolução benigna, com uma recuperação gradual da capacidade funcional – habitualmente nos primeiros 3 meses.

Porém, em algumas pessoas, a sintomatologia mantém-se por períodos mais longos, sem que isso pareça estar relacionado com infeções mais graves ou a pior prognóstico. Uma pequena proporção destes casos é justificada pelo desenvolvimento de um processo inflamatório no músculo cardíaco desencadeado pelo vírus SARS-COV2: este processo, conhecido por “Miocardite”, ocorre também em outras infecções víricas e, para além do cansaço, pode estar associado a outras manifestações como dor torácica.

O despiste desta situação baseia-se na observação clínica em consulta de cardiologia e em eventuais exames auxiliares de diagnóstico como a ecocardiografia, a prova de esforço e, em casos selecionados, Holter ou Ressonância Magnética. A estratégia terapêutica pode passar por uma adequada prescrição de exercício físico (que pode estar temporariamente desaconselhado, de acordo com os achados do estudo) e vigilância sintomática.

Marque uma consulta. Visite-nos.

Photo by Vladislav Muslakov on Unsplash

Partilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Notícias e Artigos

Vacinas

Numa altura em que tanto se tem falado em vacinas (a propósito da pandemia por SARS-COV2), queríamos lembrar aqueles que habitualmente frequentam

ler mais...